Alfonso X
Jogos Modernos
Jogos de Mesa
Jogos Infantis
Jogos para Grupos
Jogos de Rua
Quebra-Cabeça
Jogos de Tabuleiro
Jogos Diversos
Jogos de Boteco
Jogos Matemáticos


Escritos
Concursos



 
Jogos Infantis

"É divertido observar uma criança brincando. As crianças vivem em seu mundinho próprio e o vêem como algo sério, dotado de muito sentido. Sorrimos para elas. As crianças conseguem aceitar nossos sorrisos. Se zombamos delas, porém, elas fogem de nós e não hesitam em se esconder. Como adultos, há muito perdemos a chave que abre as portas da beleza desse mundo infantil. Podemos observá-lo à distancia, sentir a alegria e a atmosfera de aventura que fluem tão espontaneamente da imaginação da criança, mas não podemos entrar nesse mundo. Nós o perdemos para sempre. Já estivemos nele um dia, mas, ao longo do caminho da vida, perdemos a chave para abrir as portas desse mundo".

(Joseph F. Girzone)

Relutei muito em fazer uma página de "jogos infantis", porque acho difícil definir exatamente o que são "jogos infantis".

Ora, sabemos que o xadrez, por exemplo, é um jogo para todas as idades. Crianças jogarão com menos "experiência" e de maneira mais "ingênua" que um adulto. Mas as crianças, um dia, serão adultos...

Como dizer que um "Dino Dodg'em", com seus dinossaurinhos sorridentes, é um jogo infantil, se analisarmos sua mecânica? Quem não teve um conjunto de dominós com "bichinhos" em lugar dos tradicionais pontos?

Bom, tirando aqueles brinquedos realmente dirigidos a bebês, acho que muitos "jogos infantis" podem vir a ter algum interesse para adultos. Até hoje, um dos meu jogos favoritos é o "Detetive" que não é exatamente um jogo "adulto", apesar de exigir algum poder de dedução.

Jogos Infantis
60 Segundos
Cara a Cara
Pinote
Pula Pirata
Torre de Pisa
Vire a Mesa

Obviamente, não podemos esperar que TODAS as crianças gostem de TODOS os jogos ditos "infantis". Algumas gostarão mais de jogos de tabuleiro, com alguma estratégia envolvida. Outras darão preferência a jogos que envolvam habilidade manual. Gosto é gosto e não se discute.

Acho interessante, porém, procurar incentivar nas crianças a competição, mas de uma maneira saudável, de forma a ensinar a necessidade de se seguir regras, de não "roubar" e principalmente, de se aprender que, na vida, nem sempre se ganha.

Os aspectos "didáticos" dos jogos, deixo para os especialistas comentarem. Lembro somente que os jogos em geral, sempre envolvem algum conhecimento matemático ou alguma habilidade manual. Desenvolvem a habilidade espacial, a paciência e sempre trazem alegria.

Se tivesse que dizer as características de um jogo primordialmente voltado para crianças diria o seguinte:

  • Deve ser um jogo rápido
  • Deve ter regras simples e fáceis de aprender
  • Deve ser um jogo "movimentado"
  • Deve ser um jogo com variações a cada partida

De qualquer forma, estou colocando aqui alguns "jogos" que me parecem dirigidos, diretamente, para os pequenos. Não existe, obviamente, nenhuma intenção de esgotar o assunto.

E também não há nenhum preconceito de minha parte com relação a jogos novos ou jogos eletrônicos. Apenas tenho que começar por algum lugar, e prefiro iniciar por jogos que de alguma forma eu conheço, por tê-los visto na infância, ou por ter conseguido agora para meu filho.

Mas me respondam, com sinceridade e sem preconceitos: você não é capaz, ainda, de se divertir com um "Vire a mesa", ou com um "Pinote"?

 

 

HOME