Alfonso X
Jogos Modernos
Jogos de Mesa
Jogos Infantis
Jogos para Grupos
Jogos de Rua
Quebra-Cabeça
Jogos de Tabuleiro
Jogos Diversos
Jogos de Boteco
Jogos Matemáticos


Escritos
Concursos



 
Torre de Hanói  

Outro quebra-cabeças interessante. Foi inventado e vendida como brinquedo, no ano de 1883, pelo matemático francês Edouard Lucas. Para dar um ar "misterioso" ao jogo, ele afirmou que o inventor do quebra-cabeças seria "Claus de Siam, professor em Li-Sou-Tsian", que nada mais é que um anagrama de "Lucas d´Amiens professor em Saint-Louis"...

A idéia é transferir-se os oito discos que formam a torre para um dos dois bastões vazios. Para tanto deve-se movimentar um único disco por vez, e não se pode colocar um disco maior sobre um menor. Segundo cálculos matemáticos, o menor número de movimentos necessários para a solução do problema, com uma torre de 8 círculos, é de 255 movimentos!

A formula matemática desenvolvida por Edouard Lucas para descobrir o número mínimo de movimentos para a solução do problema é: "2n-1", tal que "n" é o número de círculos na pilha.

Na descrição original do quebra-cabeças, este seria a versão simplificada de uma torre dedicada a "Brahma", na cidade de Benares. Esta torre porém, teria 64 discos de ouro, que necessitariam de 18.446.744.073.709.551.615 movimentos para ser mudada, respeitando-se as regras acima mencionadas. Movendo-se um disco por segundo, o tempo necessário para a solução deste problema seria contado em bilhões de anos...

Torre de Hanói: a que eu tenho é da Origem, que traz somente 7 discos. Pela regra de Lucas, o número mínimo de movimentos seria 127 (é interessante notar que o acréscimo de um único disco, gera o aumento de 128 movimentos!).

Pode-se improvisar uma "Torre de Hanói", utilizando-se, por exemplo, cartas de baralho, do Ás ao 8, marcando-se três pontos em uma folha de papel.

HOME